segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Ficha de Cargo | Guia de Patrulha



O guia tem o papel mais importante na patrulha. Cabe-lhe orientar os seus elementos, motivá-los e formá-los, para que todos os elementos desenvolvam as suas capacidades, e em conjunto, tornem a patrulha melhor. Não menos importante, tem o dever de responder perante o conselho de guias, a chefia da divisão e outros chefes de grupo sempre que chamado para esse efeito.
O guia é eleito por toda a patrulha e deverá ter o acordo da chefia, para o desempenho do seu cargo.

Funções do guia de patrulha:

  • Toma decisões, em conjunto com a patrulha, sobre as actividades da patrulha e da Tribo;
  • Dá formação à sua patrulha sobre temas relacionados com o progresso escotista, ou do interesse dos elementos da patrulha;
  • Orienta as reuniões de patrulha, garantindo que todos os elementos contribuem com ideias e opiniões sobre os temas em debate;
  • Estimula ideias junto dos elementos da sua patrulha e em conselho de guias;
  • Conhece o funcionamento de todos os cargos da sua patrulha, de forma a poder dirigir o seu funcionamento de forma mais eficiente, e caso seja necessário, dar formação aos elementos que assumam novas funções;
  • Dá o exemplo junto dos seus elementos e de todo o grupo, respeitando o Compromisso e a Lei do Escoteiro;
  • Contribui para a resolução de problemas na sua patrulha, recorrendo à chefia quando necessário;
  • Representa a patrulha no Conselho de guias;
  • Participa no conselho de guias, de forma a coordenar as actividades das patrulhas e divisão, e transmitindo as opiniões da sua patrulha;
  • Responde perante o chefe de divisão, ou outros, sempre que necessário;
  • Incentiva a pontualidade, a correcta utilização do uniforme de escoteiro e a arrumação do canto de patrulha.

Dicas

  • Como deves preparar uma reunião de patrulha:

As reuniões de patrulha devem ser um espaço de debate e de geração de ideias, que permita resolver problemas de patrulha, investigar ideias para actividades, de patrulha ou de tribo, e organizar actividades de patrulha.
Antes da reunião é necessário perceber se a esta vai servir para falar de assuntos do dia-a-dia da patrulha, ou se trata de planeamento (de uma actividade, do trimestre, do ano).
Sabendo qual é o objectivo da reunião, deves pensar nos assuntos serão falados e fazer uma ordem de trabalhos, escrevendo-a no teu caderno de caça. Normalmente existem dois tipos de assuntos: correntes e pontuais. Os assuntos correntes referem-se a temas associados ao normal funcionamento da patrulha (quotas, relatórios, …), e os temas pontuais a situações extraordinárias, como é o caso da definição de propostas para o programa anual ou trimestral da divisão.

Exemplo de uma ordem de trabalhos:

  1. Actividade de patrulha
    - Apresentação de ideias
    - Eleição de ideias
    - Decisão do local
    - Distribuição de tarefas
    - Redacção do programa da actividade
  2. Contas da patrulha
    - Apresentação das contas
    - Ideias para angariação de fundos
  3. Escalpes
    - Decidir quando é feita a cerimónia de entrega

É também importante que garantas que todos os teus elementos vão estar na reunião, pelo que os deves avisar antecipadamente. Se o objectivo for apresentar ideias deves pedir-lhes que pensem no assunto para que na reunião tenham algum "trabalho de casa" feito.
Já na reunião deves começar por apresentar o objectivo e os assuntos de que vão falar, e depois seguir os vários pontos. É importante que todos os elementos da tua patrulha dêem opinião e sejam ouvidos.
No final da reunião deves sumarizar as conclusões a que chegaram, e toda a reunião deverá constar numa acta, o Guião de Reunião, a elaborar pelo secretário da patrulha.

  • Formação aos elementos da tua patrulha:

O mais importante para poderes dar formação é perceberes quais são as necessidades dos teus elementos, ou seja, quais as provas que eles necessitam de aprender, ou os temas que tu e a tua patrulha querem desenvolver.
Tendo identificado as necessidades da tua patrulha é importante avaliares se tens, ou não, conhecimentos para poderes ser tu a dar formação. Se sentires que não tens capacidade para instruir a tua patrulha deves pedir ajuda, por exemplo, ao teu dirigente, a um escoteiro mais velho, a um caminheiro, ou mesmo a alguém fora do grupo (neste caso tens sempre que falar com o teu chefe, até porque te pode ajudar a identificar alguém que perceba bem o tema).
Assim que tiveres identificado o tema tens que preparar a tua formação. Se for uma coisa prática deverás garantir que tens todo o material e condições, para poderes exemplificar e praticar com os teus elementos. Se for um tema teórico, é importante fazeres alguma pesquisa e preparar informação escrita, para que os teus elementos possam olhar para a informação mais tarde.
No final da formação deves perguntar aos teus elementos se compreenderam o tema e se têm dúvidas, e se tiverem, esclarecê-las.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O que achaste deste post?